lnahome.gif (1301 bytes) lnahome_p.gif (1469 bytes) dbhome.gif (1460 bytes)

OPD Data Bank

Regras para definir os nomes dos observadores no LNA

Os nomes dos observadores nos telescópios do OPD entram junto com os arquivos de dados no Banco de Dados do LNA. O sistema DaBIAS reconheçe os observadores através da respectiva palavra chave definida nos "fixos" da routina "OPDPIX". Para garantir que um determinado observador pode ser identificado unequivocadamente mesmo após muitos anos, deve-se observar algumas regras para definir os nomes:
  1. Não basta colocar nos "fixos" do "OPDPIX" o primeiro nome do observador. O ideal é o nome completo. É sabido que isso muitas vezes não é praticável. No entanto o nome indicado têm que conter pelo menos o primeiro nome (eventualmente abreviado pela primeira letra) e um nome de família. O sistema DaBIAS é flexível o suficiente para reconhecer váarias formas de escrever o mesmo nome. Por exemplo, DaBIAS identifica todos os observadores na seguinte lista como a mesmo pessoa: Como exceção dessa regra, os nomes dos assistentes noturnos podem ser indicados de forma simplificada. Portanto, é suficiente identificar um membro desse grupo como por exemplo "A. Claudia", "Erli", ou "C. Roberto".
  2. É permitido definir mais do que um único observador. Nesse caso, os diferentes nomes devem ser separados por uma vírgula. Nenhum outro símbolo (tal como "+" ou "e") é permitido para separar nomes diferentes!
  3. Devido á limitações de espaço, o tamanho do nome do observador (ou do total de nomes caso mais do que um nome seja definido) é limitado a 30 letras ou símbolos (incluindo espaços, vírgulas etc.). DaBIAS ignora tudo que passa além deste limite. Note que no caso de nomes ultrapassando em muito esse limite, o programa "OPDPIX" sobrescreve parte do nome acima de outros informações potencialmente importantes sobre os dados!

Agradecemos a todos que, seguindo essas regras, colaboram na manutenção do Banco de Dados do LNA!